Darlan Romani


Darlan Romani 

(Concordia, 9 de abril de 1991) é um atleta brasileiro especializado no arremesso de peso. Recordista brasileiro da modalidade várias vezes desde 2012, é o atual recordista sul-americano de modalidade – 21,82 m – marca conseguida no Gra Prêmio Brasil Caixa de Atletismo de 2017.

Atleta do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA e treinado pelo cubano Justo Navarro, começou uma bem sucedida carreira internacional quando foi campeão sul-americano de atletismo Sub-23 em 2012.Três anos depois, foi campeão dos Jogos Mundiais Militares realizados em 2015 na Coreia do Sul, com a marca de 20,08 m. No mesmo ano ficou em sexto lugar nos Jogos Pan-americanos de Toronto 2015; em abril daquele ano, antes do Pan, fez um arremesso de 20,90 m, quebrando mais uma vez seu próprio recorde brasileiro, que o colocou em sexto no ranking mundial da prova. Em março de 2016, mesmo não avançando para o final da competição, quebrou o recorde brasileiro de arremesso de peso indoor durante o Campeonato Mundial de Atletismo em Pista Coberta de 2016, em PortlandEstados Unidos, com a marca de 18,50 m.

Darlan competiu na Rio 2016 atingindo a final com um arremesso de 20,94 m – quebrando novamente seu recorde brasileiro – o que o fez ser o primeiro atleta do país a participar da final desta modalidade em Jogos Olímpicos em 80 anos, desde que Antonio Pereira Lira fez o mesmo em Berlim 1936.Na final, ele arremessou o peso a 21,02 m em sua primeira tentativa e na primeira vez em que ultrapassou os 21 metros, mais uma vez recorde nacional, que lhe deu o quinto lugar geral na competição – à frente do bicampeão olímpico polonês Tomasz Majewski e o melhor resultado do país nesta modalidade em Olimpíadas.

Em maio de 2017, durante a disputa do Grande Prêmio Brasil de Atletismo em São Bernardo do CampoSão Paulo, Darlan arremessou o peso a 21,82 m, obtendo o novo recorde sul-americano, em poder do argentino Germán Lauro – 21,26 – desde 2013; a marca lhe daria a medalha de prata na Rio 2016.

 

@darlan_romani